Lista Segura - Beatriz Martinho | Conservatório de Música de Santarém
15671
page-template-default,page,page-id-15671,woocommerce-no-js,ajax_fade,page_not_loaded,,columns-4,qode-theme-ver-16.4,qode-theme-bridge,disabled_footer_top,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive,mob-menu-slideout-over

Conservatório de Música de Santarém

favicon
Fundado em 1985

HISTORIAL

Fundado a 17 de Maio de 1985 como Escola de Música, constituiu-se como Cooperativa sem fins lucrativos, obtendo autorização definitiva de funcionamento em 1994 concedida pelo Ministério da Educação (Alvará nº 4551).
O Conservatório de Música de Santarém mudou de instalações em Outubro de 2011, passando do Centro Cultural Regional de Santarém para o Palácio João Afonso, obtendo-se um notável crescimento na sua comunidade que passou de uma centena de alunos para os cerca de 500 alunos atuais, contando atualmente com um corpo docente qualificado para o ensino artístico de 43 professores.
Sob tutela e Paralelismo Pedagógico do Ministério da Educação, oferece Ensino de Música para 23 instrumentos, em regime articulado, supletivo e livre, desde o Curso Básico até ao Secundário do Ensino Oficial. Recentemente alargou a sua oferta formativa ao Ensino de Dança Contemporânea e Ballet, com a atribuição de Prémios de Desempenho atribuídos pela American Academy of Ballet de Nova Iorque.
O crescimento sustentado enquanto instituição (que acolhe as dimensões Pedagógicas, Administrativas e Financeiras) e o alargamento da sua oferta formativa foi acompanhado de inúmeras outras valências destinadas a fomentar a experiência e o contato com público dos seus alunos e a divulgar o trabalho desenvolvido, nomeadamente:

Música para Bebés; Coro Infantil; Coro de Jovens; Coro de Câmara; Orquestra; Grupos de Música de Câmara; Ensemble de Guitarra; Ensemble de Flautas Transversais; Orquestra de Cavaquinhos; Orquestra de Saxofones; Grupo de Música Contemporânea. Simultaneamente, o Conservatório apoiou e fomentou Projectos próprios dos seus alunos, dando-lhes uma dimensão de divulgação artística e de cidadania ativa como o ‘Vórtice Project’ e ‘Projeto Notas Soltas’, trabalhando para a partilha e vivência de música, na cidade e na região, através de:

Concertos de rua; Recitais; Concertos solidários; Medleys; Concertos Temáticos e participação de alunos em inúmeros grupos de música, ‘Sons da Memória’; ‘Música nos Hospitais’; Ateliers de Música; Semana Aberta. Organizou inúmeras ‘MasterClasses’, Seminários, Audições, Palestras e Concursos, destinados não só a promover o trabalho artístico da sua comunidade mas também a favorecer o intercâmbio de aprendizagens:

Concurso de Acordeão e Guitarra Portuguesa de Santarém; Encontro de Coros de Jovens de Santarém – Maiojovem; Concerto pela Orquestra Barroca de Pontevedra, Espanha; A qualidade da formação ministrada pelo Conservatório foi concretizada através do incentivo a complementos formativos oferecidos pela Instituição aos seus Docentes (uma delas em parceria com a Universidade de Estrasburgo) e plasmada pela participação e reconhecimento dos seus alunos em prémios conquistados em Concursos Nacionais e Internacionais, dos quais se destaca:

A atribuição de Bolsa de Estudo em Londres pelo Rotary Club de Santarém, para frequência do Curso Superior de Viola Dedilhada; um convite para Maestro do Círculo Portuense de Ópera; convites para pós-graduação nos Estados Unidos. Ciente do papel social do Conservatório enquanto Instituição de Ensino, esta Instituição sempre se pautou por políticas de inclusão e difusão de conhecimento junto dos menos favorecidos, através de aulas gratuitas a crianças socialmente desfavorecidas, a crianças e jovens que solicitaram e provaram não ter condições financeiras para frequência de aulas, a religiosos e à inclusão de jovens com necessidades especiais nos seus quadros de pessoal. A actividade do Conservatório estendeu-se também a aulas de música em 11 jardins de infância da Rede Pública de Ensino, em 3 Centros de Dia do Centro Inter Paroquial de Santarém e, através de projecto próprio, em momentos musicais em Lares e Centros de Dia do Concelho de Santarém. A intensa actividade desenvolvida pelo Conservatório nestes 33 anos de vida só foi possível graças ao trabalho em rede e às parcerias estabelecidas, nomeadamente:

Câmara Municipal de Santarém; Centro Cultural Regional de Santarém; Instituto Politécnico de Santarém; Hospital Distrital de Santarém – Serviços de Pediatria; Diocese de Santarém; Santa Casa da Misericórdia de Santarém; Fundação Passos Canavarro; Centro de Investigação Joaquim Veríssimo Serrão; Escola Superior de Música de Lisboa; Alcanede MEO; Rotary Club de Santarém; Ordem dos Advogados.

O reconhecimento público que o trabalho realizado pelo Conservatório de Música de Santarém, nas vertentes educativas, de difusão de cultura, de promoção de projectos de cidadania ativa e de empreendedorismo tem como indicadores, para além do amplo reconhecimento social, os seguintes Prémios:
Qualidade de Ensino

Bolsa de estudo no estrangeiro

Participação em concertos por grandes orquestras

Escola associada da UNESCO

À Presidente da Direção

Profissional do Ano, 2011/12, Rotary Club de Santarém

Personalidade do Ano, 2014, União de Freguesias da cidade de SantarémMedalha de Ouro, 2015, União de Freguesias da cidade de Santarém

Da escola

Mérito, 2010, Jornal ‘O Ribatejo’

Personalidade do Ano, 2014, União de Freguesias da cidade de Santarém

Medalha, 2016, Centro de Investigação Professor Doutor Joaquim Veríssimo Serrão

Personalidade do Ano – Cultura, 2016, Jornal ‘O Mirante’